• Puro Olhar

Não fui chamada para observar, mas para libertar

Todos veem, poucos enxergam Todos vão, mas poucos tocam Todos amam, mas poucos oram Todos desejam, mas não se entregam Enquanto todos lutam para vencer um mal, o verdadeiro mal tem aumentado Quando vão se levantar os que oram Que enxergam e libertam Os que guerreiam, o exército do céu já estão postos Os céus já estão abertos, os céus esperam por um Que rugirá e as trevas destruir As correntes sair Os filhos se levantar Missionários que querem ir Mas poucos que querem enfrentar Missionários que vão Mas que não conseguem orar Missionários que vão para receber Quando precisam de entregar Missionários que vão tem medo da morte Mas que faz um morto viver Que o importante não é a dor de perder Mas que essa perda venha salvar Chega de máscaras, chega de aparências Os céus não se preocupam com o que faz Mas com quem é Que se levantam os filhos que sabem quem são Chega de superficial Os filhos choram, Pois o país se tornou vitrine Onde admiram, mas não compram Onde escolhem, e o que não é vendido esconde Mas não entendem que focando na escondido que aquele lugar é limpo CHEGA. Não quero mais ver isso CHEGA. Precisam mudar CHEGA. Vi uma brecha para eu entrar CHEGA. Os missionários escondidos daquele lugar vão se levantar. E para aqueles que já estão a anos sozinhos a lutar, aguardem nossa geração vai te ajudar.



0 visualização